quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Gangorras encantadas...


Eu cresci num bairro sem pracinha.E não há coisa pior para uma criança.Então aos domingos depois de contar nos dedos os seis dias da semana,ia dormir sabendo que minha mãe me levaria para brincar numa pracinha que existia em outro bairro.Esse dia era o mais sagrado que existia pra mim.Devia ter uns 6 ou 7 anos,arrumava meus brinquedos na bolsinha e esperava ansiosa a manhã seguinte,lutando para que meus olhos não se fechassem no sono,pois queria ver esse dia encantado chegar.Quando acordava era uma euforia total,já saia da cama,tomava banho,colocava roupa,penteava os cabelos e tomava café numa rapidez que tentava ser conseguida pela minha mãe a semana inteira ..Era domingo e o dia da diversão garantida havia chegado! Tinha um verdadeiro fascínio por aquela programa na pracinha do horto em Niterói,cidade onde nasci.Esse lugar também tinha um mini Zoo com animais de pequeno porte que me deixavam fascinadas a cada visita.E a pipoca ? Quem resistia aquele cheirinho que se espalhava pelo ar.Tinha as bolas coloridas,os chicletes ,os pirulitos e a boneca nova que levaria pra casa como prova de que aquele dia não foi um sonho.Havia lá meu brinquedo predileto:a gangorra.Era fascinada pelas gangorras.Ali, acho que inconscientemente já tinha certeza dos altos e baixos da vida,por isso tamanho fascínio.Esses dias até hoje não saem da minha lembrança e perpetuam o meu fascínio pelas praças,com suas risadas de criança,a pipoca,os idosos jogando baralho,as famílias juntas.Mas quando vejo uma pracinha cheia de crianças,o que mais me encanta é o olhar de proteção das mães...Um olhar que assegura que nada de mau vai nos acontecer...
Ps: essas meninas lindas são a Manu e a Sofia,tesouros da minha amiga Krys.

9 comentários:

  1. que texto lindo!!!! eu tive uma infancia mmtto boa tb!!!! =)

    e duas princesinhas msm!! lindas!!

    ResponderExcluir
  2. Que delícia!!!
    Eu cresci em uma rua que também não tinha pracinha. Aliás, aqui em Brasília é difícil um lugar que tenha. Mas, eu ficava super feliz quando ia para a casa da Minha Tia - com quem, aliás, hoje eu moro - porque lá perto há uma... Brincava horas lá, enquanto íamos passear com o cachorro...
    Tempos bons. Mas, eu não me furtei o prazer de brincar - e muito - na rua...
    A infância é algo maravilhoso, mesmo. Pena que eu sei que meus filhos não terão uma infância como a minha... Nada de brincar descalços pelo asfalto, brincar em montes de areia da construção do vizinho, brincar de Bandeirinha, Elástico, pular corda...
    Não porque não queiramos. É que não há mais crianças nas ruas... Não brincando. Uma pena.
    Beijo Adri... Lindas as princesas, linda a foto, linda a sua sensibilidade...
    Obrigadíssima por sua visita!!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa Dri que bom que pude ilustrar sua infancia.
    Beijocas milllllllllllllllll
    Krys

    ResponderExcluir
  4. Dri, vc é gracinha demais !!! Eu quase não brincava em pracinhas, tínhamos quintal em casa e eu meus irmãos brincávamos mesmo por lá... minha mãe super-protetora não gostava de pracinhas porque era difícil vigiar todo mundo (somos 4) e meu irmão de tão levado valia por 6 !!! Mas gosto de praças agora, adoooro a praça da Liberdade (que postei lá no blog) gosto de ver as crianças andando de bicicleta, os velhinhos conversando e tomando sol, as pessoas fazendo caminhadas, enfim, tem um clima familiar que é delicioso. Meu filhote adooora pracinhas, na verdade adoooora qualquer lugar onde ele possa correr e se soltar (tbm sou super-protetora e viro "o sombra" atrás dele ... rsrsrs).
    Mas foi linda a sua lembrança, tem coisas da infância que marcam a gente pra sempre.
    Lindo, viu ???
    Adooorei !!!
    Lindas a Manu e a Sofia !!!
    Beijos, beijos e beijos

    ResponderExcluir
  5. Oh querida, que lindo !!!
    Simplesmente amei o post de hoje.
    Aqui em minha cidade tem a praça dos namorados, e lembro de meu pai me levando, aos domingos, para andar de patins. Ai, que delícia de saudade.
    Beijos no core,

    ResponderExcluir
  6. Prima linda.Esse post talvez tenha sido o mais lindo.Sou suspeita.,as é lindo mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Maria Luiza Feterr26 de agosto de 2009 23:27

    Espero que minhas filhas tenham essa lembrança tão especial do que passaram na infância.Principalmente que lembrem de meu olhar protetor pra sempre.Um beijo especial

    ResponderExcluir
  8. O peito apertou com esse post.Lindo!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo Adri! E as filhas da sua amiga tb são ums princesas. Beijão, Dany

    ResponderExcluir