segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Mudando as certezas.

 

Eu tinha como certeza que era uma dessas pessoas que não demoravam tempo ate perceber uma coisa ou uma situação.Ah sim,eu me julgava esperta.Foi dai que percebi o tamanho da besteira que andei fazendo por um tempo. Foi dai que descobri que era ilusão quando eu achava que estava fazendo só o que eu queria. Que tola. Eu acho que a proximidade dos 40 esta me colocando frente a frente com quem eu realmente quero ser.Com quem eu sou. Pois não quero ser uma pessoa de escolhas erradas de proposito. É que tem situações em que a gente erra de proposito. Situações que julgamos valer a pena a dor e o sacrificio. E nessa, a gente vai se maltratando,vai se diminuindo,vai se deixando levar pela preguiça,pelo descaso,pelo desamor.Vai permitindo. E a coisa mais ingrata nessa vida é ser permissivo. Deixar algo e principalmente alguem nos fazer de refens.
Escolher as dores e batalhas que valham a pena só é possivel com a maturidade. Antes disso podemos ler,ver filmes,fazer terapias, escutar estórias .Mas nada disso nos dara uma clareza maior da situação. Enxergar a si mesmo doi. Descobrir que falhamos com nossos desejos e que nao somos tão espertos como achavamos dói mais ainda. Descobrir que se perdeu tanto tempo na verdade é a pior das dores. Mas o pior é se conformar com as escolhas erradas.Mas sempre,sempre da tempo de abrir os olhos e escolher outros caminhos. E é isso que estou fazendo.