terça-feira, 4 de agosto de 2009

Você tem fome de que ?


Gula.Como não sucumbir a esse pecado?Sei que se depender dele não consigo meu passaporte para o paraíso. Como dizer não ao café da manhã preparado com dengo pelo Amor,o almoço de domingo que a mãe faz do jeitinho que gostamos,a feijoada que aquele amigo prepara só para nos prestigiar de forma carinhosa? A comida esta presente em nossas vidas nos momentos mais prazerosos e de interação com quem amamos.E essa é a parte fantástica .Não podemos fazer disso uma tortura.Celebrar á mesa com quem amamos e a melhor coisa do mundo.Um bolo quentinho,uma caixa de chocolate recebido com doçura,um pãozinho que acabou de sair do forno naquela padaria que amamos. A massa do nosso restaurante predileto.Isso é divino! Só não podemos deixar a comida se tornar a vilã em nossas vidas.Se formos disciplinados,esse é um pecado que conseguiremos administrar de maneira camarada.. Mas e quando não conseguimos ? E quando fazemos da comida um escape para frustrações?E quando nos agarramos a ela como taboa de salvação para tudo que não estamos conseguindo resolver em nossas vidas? Então esta na hora de pedir ajuda. Comer não pode ser remédio para o aperto no peito de ninguém.É hora de encarar esse vilão frente a frente.Procure um médico,vá caminhar,fale com os amigos.A gula esconde grandes frustrações e uma falta de coragem paralisante. Mexe com nossa auto estima e nos afirma que não somos capazes de resolver nossos problemas.Mas nós somos sim.Então depois,quando tudo passar,você descobrirá que celebrar á mesa é sim, muito prazeroso e capaz de aproximações divinas...E que um docinho,com moderação,pode...rs

Poesia minha.

Eles decidiram me matar quando negligenciaram   meu coração brilhante   quando julgavam que meu sorriso era  inverdade quando...