terça-feira, 26 de outubro de 2010

Rendição...


Sempre tive receio com a palavra casamento.Nunca consegui me ver no meio daquela loucura toda.Sabe,casamento pra mim tinha uma conotação de entrega total,viver para o outro,cuidar de outra pessoa.E, narcisista como sou,isso soava meio que impossível pra mim.Uma verdadeira tortura.Uma tarefa que eu nunca concluiria com êxito.Nunca me imaginei no papel de alguém que precisa dividir tudo.Nunca me vi no papel de ter que pedir permissões para tomar minhas decisões,para levar minha vida e também nunca me via no papel de cuidar de alguém...Só que o destino me pregou uma peça.Em todos os sentidos.Estou tendo a sorte de não me sentir tolhida.De não me importar de pedir permissão.De dividir com igualdade.E percebendo que não tenho a pesada responsabilidade de fazer a pessoa ao meu lado feliz.Quando a gente casa,precisa entender que continua a mesma pessoa.Precisa continuar se enxergando.Tem que tirar da cabeça que agora verá uma imagem diferente no espelho.E precisa parar de achar que a pessoa ao nosso lado tem que se transformar em nossa alma gêmea.Essa piração de alma gêmea é suicídio certo do amor.Ninguém vai te completar.Só você tem a responsabilidade de se completar.De saber o que o faz feliz.Não é justo jogar esse peso nas costas de outra pessoa.Vai ser uma batalha sempre sem vencedores. Ter alguém ao lado só vale se for para tornar a sua vida mais divertida.Fora isso,qualquer coisa que deseje consertar em si mesmo, cole os cacos sozinho...Entenda que o amor esta aqui pra deixar a gente leve.Não para consertar buracos da vida,esses talvez devam existir pra sempre,que é pra gente nunca esquecer do que passou...São suas cicatrizes,histórias da vida que você escolheu...

22 comentários:

  1. Bom, eu nunca tive receio do casamento porque nunca pensei como vc, sempre pensei que eu seria a mesma, mas numa versão melhorada porque iria somar coisas boas do outro na minha vida e subtrair as não boas. Claro que não foi exatamente como pensei porque tive que ceder algumas vezes e eu era implacável nisso, mas foi um aprendizado e graças ao bom DEus estou casada há 18 anos, feliz e ainda apaixonada pelo mesmo homem e nunco coloco minha felicidade as mãos dele e de ninguém, somente Eu sou responsável pela minha felicidade e pela vida que quero levar, por enquanto tá dando certo e que seja eterno enquanto dure.
    BjoBjo querida e seja feliz sempre, por vc, pra vc e aí fazer o outro feliz.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. É isso aí, amiga. tá certíssima.
    Acho que almas gêmeas existem sim, mas cada um de nós encontra várias delas pela vida: são amores, amigos, irmãos, pais, enfim, são pessoas com quem temos uma infinidade enoooorme e um carinho ainda maior.
    Casar nãoé só dividir as contas e os problemas, casar é compartilhar o dia a dia, as alegrias, é aprender a rir do outro e de sí mesmo.
    Richard é um cara de sorte por ter vc ao lado dele.
    E vc tbm é uma mulher de sorte por ter encontrado alguém assim tão bacana (homem que sabe cozinhar vale ouro no mercado... Rsrsrsrs )!!!
    Beijoooocas grandes,
    Claudinha

    ResponderExcluir
  4. Oi Adriana,
    Adorei o texto. Eu sou uma Sto Antonio de jeans. Não posso ver ninguém sozinho (a) que logo quero achar um par para a pessoa. Estou no meu...casamento (não me pergunte qual, pois casei mais de uma vez) e mesmo não estando casada com os ex-maridos tenho-os como amigos e sempre digo que os casamentos anteriores deram certo, só que as coisas não são para sempre.
    Espero que meu atual casamento seja para até o fim de minha vida, e me dou maravilhosamente bem com o meu marido. Talvez se eu o tivesse encontrado e me casado com ele primeiro, eu teria casado uma única vez. É para sempre? Não sei, espero que seja, mas sou feliz.
    Bjkas e uma ótima 3ª-feira para vc.

    http://gostodistonew.blogspot.com/
    PS: Comentei no post anterior tb.

    ResponderExcluir
  5. Olá Dri e Rick!

    Casamento é assim mesmo e mais um pouco. Mas tem seu lado maravilhoso e diria mais, indispensável, para a alma, para os sentimentos, à felicidade. Tem que está disponível 100% do tempo, mas o outro não pode te querer 100% tempo, é mais ou menos isso.É um exercício de relacionamento com o mundo íntimo do outro.É bom! Não me vejo descasado.Mas antes,tem que haver 3 anos mínimos de "análise" um com o outro.Um código de regras pessoais ajuda muito a conservar o respeito no lar. No casamento tb não pode tudo! Tem coisas que a mulher não gosta e o homem precisa entender, mas basta aceitar, tem que entender. A mulher tem que entender tb o homem, tem que coisa que não gostamos. E por aí... vai.

    Nesses momentos temos que fazer viver o bom senso..rs...rs...rs! Manda o um abraço pro Rick!

    Vamos marcar pra vcs verem o Artur...parem de embromar!


    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Sábias palavras.. só pensando assim e vivenciando isso pra ter um casamento feliz..
    Bjs, bjs, bjs

    ResponderExcluir
  7. Nossa post dificil de comentar, nunca casei, tampouco estive preste a me casar, mas alguns receios são mais do que plausiveis!
    bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  8. Dri, renda-se mesmo e desfrute intensamente desse compartilhar de emoções, teto e ideias!
    Estou com quase 15 anos de experiência nesse assunto e gostaria de dividir com vc dois textos em que falo um pouco sobre casamento ( link abaixo).
    Bj grande!

    http://depoisdostrintaanos.blogspot.com/search/label/casamento

    ResponderExcluir
  9. Concordo que ninguem completa ninguem,so nos msm.Eu me vejo casada,sonho com isso rsrs
    bjosss

    ResponderExcluir
  10. Que coisa linda!! Voce disse tudo!! Concordo tanto com voce.
    Ando sumida porque estava numa correria ...tentando nao ser operada hahahaha mas nao teve jeito. Hoje e o primeiro dia que posso sentar um pouquinho aqui e ja to com uma dorzinha... Removi 13 miomas, pode?
    Mas pouco a pouco eu volto.
    Beijo

    Marcia

    ResponderExcluir
  11. Oie Adriana,

    Gostei do post! Eu vou casar (medo), mas estou feliz com a situação! Eu nunca tive medo de casar, mas da rotina eu tenho bastante medo. Fico meio preocupada com a relação depois de tantos anos, será que vai resistir? Mas, mesmo assim estou de cabeça na relação, acho que depois de tudo, sabe lá no finalzinho, bem velhinhos, fica a amizade e o amor eterno mesmo... hehehe

    Beijos,

    ogatoquepesca.com

    ResponderExcluir
  12. Que legal, Adriana. Bom exemplo esse seu...achei inspirador! Vou casar em fevereiro, já vou aprendendo como serão as coisas!
    bjks

    ResponderExcluir
  13. Oi Lindaa...
    Relacionamentos sempre é um aprendizado né, e como é maravilhoso sentir esse amor.

    Uma linda historia pra vc Adriana!!!

    BjinsSSS

    ResponderExcluir
  14. Ledo engano acharmos que casamento é sinônimo de prisão... É uma outra liberdade. É uma liberdade compartilhada.


    Lindas suas palavras.
    Bjs meus

    ResponderExcluir
  15. Amei o texto, como todos os que vc escreve ele me fez refltir...todo mundo detona casamento exatamente pq entra nele pensando que o outro vai salvar sua vida...mas com certeza só vale a pena se for pra ser algo que deixa tudo mais leve, né?
    Bjs querida

    ResponderExcluir
  16. Apesar de ter me separado uma vez, eu sou a maior defensora do casamento. Tanto é que me casei novamente. E acredito - sempre acreditei - nisto que você disse. Transferir a responsabilidade de nos fazer feliz ao outro é cruel e ineficaz. Simplesmente porque ou somos felizes ou não. Assim, simples mesmo.
    Aliás foi esse um dos motivos que me fez decidir de uma vez por todas me desfazer do primeiro casamento. Mas, isso é outra história.
    Casamento é muito bom. E eu estou assim como você curtindo tudo e mais um pouco.
    Saudades de você, querida!!! Estou voltando aos poucos. E acho - vamos ver - que logo volto mesmo, quando a licença maternidade estiver a todo vapor e a pequena Sofia dormir tranquila.
    Beijoxxxxxxxxxx enooooooooooooormexxxxx em você, carioxca da gema!

    ResponderExcluir
  17. Adriiii como vc está!?!?!
    saudades!!!!

    beijosssssssss

    ResponderExcluir
  18. ótima definição de casamento. e como ando pensando e matutando isso ultimamente... tão perto do meu casamento. nossa, que tortura! bom ler isso aqui.
    ei, me encontrei demais com esse perfume. senti que durou o dia todo. muito bacana!!! combinou com minha pele. será que finalmente encontrei meu par perfeito e não precisarei ser tão infiel com perfumes??? heheheheh
    bom te ver ontem! xêro.

    ResponderExcluir
  19. toc toc.... está sumida (ops, eu tbm estou) e kd o comentário q coloquei...uai...
    bj

    ResponderExcluir
  20. Oi Adriana, lindas e sábias palavras!!!! acho que casamento se resume a respeito e admiração! assim a gente vai longe!
    Adorei assar por aqui!
    Bjos grande.

    ResponderExcluir