domingo, 10 de julho de 2011

Marisa Monte me decifrando hoje...




Eis o melhor e o pior de mim
O meu termômetro, o meu quilate
Vem, cara, me retrate
Não é impossível
Eu não sou difícil de ler
Faça sua parte
Eu sou daqui, eu não sou de Marte
Vem, cara, me repara
Não vê, tá na cara, sou porta bandeira de mim
Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular
Em alguns instantes
Sou pequenina e também gigante
Vem, cara, se declara
O mundo é portátil
Pra quem não tem nada a esconder
Olha minha cara
É só mistério, não tem segredo
Vem cá, não tenha medo
A água é potável
Daqui você pode beber
Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular

3 comentários:

  1. Que lindoooo, amigaaa !!!
    Adooorei as fotos !!!
    Saudades de vc !!!
    Beijooocas grandes

    ResponderExcluir
  2. Impossivel te decifrar!Mesmo vc com esse sorrisão lindo.Impossível saber o que vai nessa cabeça.E pra me atormentar mais ainda vc aparece com esse pezinho lindo.

    ResponderExcluir
  3. Olá DRI! Passando pra deixar um alô!! Tb gosto dessa música, a letra é lindíssima. Abraço!

    ResponderExcluir